Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2018

Nas asas da incerteza

Miraculosamente, deixe-me ir. Mudei a rota e acho que nunca tinha encontrado um caminho tão certo como este.
Despedi-me de todos os sítios por onde passámos e despedi-me de ti. Calculei as distâncias antes das paragens e cheguei à conclusão que era diariamente a minha trajectória diária. Passar por ti, nos sítios onde fomos felizes.
Deixei de tomar café pela manhã, deixei de frequentar os cafés da zona. Mudei de cidade, encontrei pessoas novas. Mudei por necessidade de sair de mim e da prisão onde estava. Ainda oiço música pela manhã e depois do almoço. Ainda escolho o banco vazio da ponta para que não haja confusão na saída e para que ninguém repare na minha ausência. São das poucas coisas que não mudaram.
Encontrei tantos estranhos que me perdi mas não pude voltar atrás. Mudou maioritariamente as pessoas com quem converso, com quem partilho momentos... Embora ainda haja pessoas que eu visito de propósito, porque a sua companhia é indispensável.
Deixei de ser ingénua ao ponto de achar qu…

Sonhos inacabados

Regressei à idade dos "porquês" porque não consigo entender...
Tenho 60 anos e acho que estou a entrar em decadência... A idade não perdoa mas há coisas que eu própria, não consigo perdoar. Estou desiludida com a vida e sei que a vida está desiludida comigo. Falhei... Fui deixando sonhos para trás, fui escolhendo as coisas à medida que os problemas iam aparecendo, e mal ou bem, iam-se resolvendo, até perceber que hoje, não me sinto realizada com a vida que tenho.
O meu marido acha que eu já não preciso da atenção, da preocupação dele, deixa-me sozinha vezes sem conta. Acha que eu fico sempre bem porque lhe transpareço isso, mas custa-me imenso fingir que está tudo bem quando não está, quando sinto que não está...
Reencontrei o meu namorado da juventude e não gostou que isso tivesse acontecido. Porquê? Há tanta coisa que recordei e que me voltei a rir. Há tanta parte dele que guarda as minhas gargalhadas nos olhos, beijos que ficam na memória e eu acho que o melhor de tudo é rir…