Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2015

Crónica 1 - Não vás, adeus...

- Que essência se transforma em amor quando nunca foi aquilo esperado? Toda a essência é amor, até mesmo o amor dito num adeus profundo, porque é sentido mas é um adeus... Amor ao gesto, amor ao afeto, amor a ti e a mim, amor a nós e ao outro. Amor à presença, à saudade. E olha amor, é isso...
Alberto vivia em plena ignorância pelos gestos que assistia no quotidiano, achava desnecessário vivermos para o amor e com amor. Sem que haja nada pelo meio: destruição, mágoas, distanciamento. frustração... Esquecendo a teoria do Alberto, até as laranjas são mais saborosas quando contêm sumo dentro da laranja. Lá está, vendo as perceptivas de outro ângulo, há algo de belo pelo meio das coisas não tão boas. Vivia isolado e dispensava companhia, até sabendo que não a tinha dos mais próximos. Os amigos eram só reconhecidos para os instantes, para as festas, e para as necessidades. Noutra altura, eram desconhecidos. Embora soubesse de todas as vantagens e desvantagens de ser isolado, reservado e desc…